TRANSLATOR( BLOG OR POST)

27 de out de 2015

Dia Mundial de combate ao AVC(derrame cerebral)

É hoje esse dia.A campanha é mais que válida. Doenças silenciosas e predisposição genética devem ser colocadas na pauta. Mas se acontecer, apesar de todos os cuidados, é importante tratar a pessoa que sofre um AVC (derrame cerebral) com respeito e com o que ela precisa, que não é, necessariamente, o que nós que cuidamos pensamos ser importante.

Reedito o post de 2011 que mandei aqui depois de ler o livro dessa médica neurocientista, que passou pela experiência e ensina como queria ter sido e como foi cuidada.

Vela aqui no link:  Quem teve derrame precisa disto.

25 de out de 2015

Tá procurando? Achou!!!!

Os presentes de final de ano e talvez os de aniversário deste e do ano que vem serão lembrancinhas ou objetos de valor mais baixo que de costume. Bem, pelo menos nestas paragens brasileiras serão. Mas não deixarão de ser bonitinhos, ajeitadinhos e de bom gosto, ora se não!

Pensou em alguma coisa pra comprar e a grana tá curta? Achou, se entrar neste site, que não me dá nada pra falar dele, pode crer. Infelizmente. 

Pra mim eu compro também, que não sou trouxa de pagar preço cheio se lá é pela metade, né?

Vai desde brinquedo até ferramenta, roupa, móveis, perfume, cosmético, bolsa, o que você imaginar. Sim, tem bicicleta também. Antiguidades, calçados, roupas infantis, bijouteria, livros... Vai dizendo aí, que eu repito:tem!

Tudo por preços inacreditáveis. E os donos do site só liberam o valor depois que você receber o produto, que, se não gostar, devolve sem despesa. De vez em quando pinta uma promoção de frete baixíssimo, descontão de 40%, coisas assim.

Pessoas, falem sério. Tipo: com R$100,00 você compra roupa pra cinco pessoas sem drama. Nem precisa ir pro Paraguai.

O único problema é que você quer ver tudo o que tem e gasta horas explorando.

Viciei.

20 de out de 2015

Como tirar cola de película dos vidros

Você achou, como eu, que aquela película para o box seria a ideal, ficaria linda, mas desde o primeiro dia ficou de nariz torto, não era bem aquilo. E foi ficando, de puro pânico de tirar e dar conta daquela cola toda que fica embaixo. Até que um dia...

Quando resolvi dar um up no meu banheiro, a segunda coisa que decidi tirar sem mais desculpas, foi aquela película com flores douradas do vidro. 

Antes de tirar eu puxei uma pontinha e vi, com mais pânico ainda, que as flores douradas deixavam cola com a estampa das flores. Corri para o tio Google. Tem de tudo como solução milagrosa, desde óleo de cozinha, óleo diesel, álcool, acetona, areia, fita adesiva, borra de café, um espanto! Coisa de doido!

O que experimentei não funcionou aqui: álcool e acetona. Só se tivesse músculos de aço e umas 20 horas de esfregação. Eu, hein? Fora o risco de me sufocar com o cheiro ou cair chapada no fundo do box depois de meia hora. Desisti depois de dez minutos de musculação.

Como foi rápido, quando deixei a Tia Clara baixar em mim e usar a lógica! 

Tire a película

Coloque um CD de sua preferência(aqui foi o Debussy que fez fundo).  

Pegue uma pontinha da película e puxe devagar. Use o secador de cabelos com ar quente para ajudar a amolecer a cola enquanto puxa. Vá dobrando a película para não colar ao redor de sua mão ou no próprio vidro. 

Tire a cola

Tem um produto especial pra tirar cola, mas quem não tem usa truques mais baratos.

Pegue uma esponja de duas cores. Você vai usar mais o lado abrasivo, mas no final pode usar o lado mais macio também.

Umedeça a esponja levemente e coloque aquela pasta que mecânico usa para tirar graxa das mãos e eu uso para lavar panelas de inox. Cristal, Joia, tem várias marcas. Pode usar saponáceo. Tentei, mas demora mais e é menos eficaz.

Vá esfregando com um pouquinho de força uma área pequena. A cola passa para a esponja. Lave a esponja de vez em quando para tirar a cola.

Passe um pano molhado e retoque onde tiver ficado algum restinho de cola. 

Pronto! Eco! Aleluia!

Em vinte minutos eu deixei tinindo, sem nenhum risquinho, um vidro de 1,83cm por 0,50cm. Tá bom pra você?

Isso funciona em superfícies de vidro. Em plásticos e similares use paciência e óleo de cozinha num paninho. 

Agora com licença, que vou cortar a nova película, lisa, opaca, sem flores, aff!!!

16 de out de 2015

Quem tem cultura e educação faz assim

Passou tantas vezes na tevê, que muitas pessoas já viram. Eu fico com um nó na garganta a cada vez que assisto. Porque é emocionante e ao mesmo tempo me enche de tristeza pelas nossas crianças. As que estão sendo criadas com arremedos de música, que infestam nossos ouvidos em troca de dinheiro fácil, ou com musicalidade nenhuma.
 

Evidente que ela está imitando, mas mesmo assim, ou por isso mesmo, que maravilha imitar a beleza em lugar do gestual abusivo, que agride e não encanta, que virou peste neste país.

Deveria ser obrigatório as crianças ouvirem música de qualidade desde o berço. Uma orquestra, um violino, um violão, um piano, uma gaitinha de boca que fosse...Sonha Catarina!

13 de out de 2015

Isto não é uma resposta.

É um post.

O comentário de Justine sobre o post anterior provocou minha resposta tão longa, que resolvi postar, para ser mais coerente.

Quando comprei o apartamento, ainda em construção, enchi os olhos com a paisagem bucólica, enchi o peito de alegria por não ter escola, academia, igreja, salão de baile e outras fontes de barulho. 

Achara o silêncio e a quietude que procurava.

Já registrei cavalinhos pastando com a mãe, vaquinhas ruminando embaixo de árvore, cavalos fujões desfilando na calçada, boi devorando grama em terreno alheio, corujas tomando sol ao lado do ninho, quero-queros cuidando do crescimento dos filhotes, mãe ensinado a filha andar de bicicleta no meio da rua e até pescadores puxando rede na praia, sem sair de minha sacada ou da janela. 

Não fotografei tudo, ou não guardei tudo o que fotografei, mas olha aí uma coleção:

 A grama do vizinho...sabe como é.

 Reparou na garota admirando a cena?

 Aqui ninguém precisa ter pressa.  Nem adiantaria.

 A cerca viva em torno do jardim do restaurante mal despontava, protegida por telas. Mas elas respeitaram o limite, ufa!
  O senhor do sítio em busca de pasto. Já viu disto?

Aqui a mãe ensina onde está a melhor grama.

Hoje contemplo o que resta de grama por poucos terrenos e muitos prédios em pé. Vale lembrar que estou aqui há apenas 11 anos.

Esqueci que terreno vazio serve para levantar prédios. Fizeram e ainda fazem tanta propaganda desta terrinha, 












que a vaca por enquanto ainda pasta, mas não demora irá  pro brejo. 

************************************
N.B.: A última foto é da Ilha de Santa Catarina, erroneamente chamada de Ilha de Florianópolis. Florianópolis é o nome do município, que inclui um bairro no continente. Encontrei sem autoria, então...obrigada e parabéns. É fantástica. Não parece um dragão voando?

5 de out de 2015

Praça de Alimentação

Hoje é dia de levar as crianças junto.


Primeiro alvoroçaram a cachorrada do bairro todo, enquanto desfilavam, despudoradamente, por calçadas e ruas. Depois se fartaram com os verdes fresquinhos ao lado do belo restaurante. 

Já que não se pode entrar no jardim...