TRANSLATOR( BLOG OR POST)

31 de jan de 2015

Uma questão de escolha

A pessoa gasta horas no computador, escolhe o tamanho, a melhor pelo preço, a que pode ser lavada na máquina, a que não solta pedaços, a que cabe no orçamento.

Tudo pelo conforto do sono de uma cachorrinha.

Aí, ela decide que o soninho melhor fica

embaixo do tanque.

Vá entender. Será uma questão de energia, temperatura?

Parece aquela criança (que eu tive em casa), que ganha brinquedos didáticos, atóxicos, adequados à idade, ecológicos e todos esses predicados dentro do orçamento e ela decide brincar com rolhas, pedaços de paus, latinhas, tampinhas, pedrinhas.

29 de jan de 2015

Caixas e todo o seu mistério


Caixas de todos os tipos e tamanhos, cores, destinos e preços. Se você não quer ou não se interessa por caixas não é do meu time. Como resistir a uma caixa? Descobrir as intenções de quem  guardou aquilo, quando e por que. O perfume que guardam as caixas. Cheiros de infância, dos primeiros amigos, dos amores, das decepções, momentos felizes, quem sabe?
(A imagem é do site que abre no link.)

Nem precisam ser como essas do site, claro que não! Uma modesta caixa de sapatos e ora vejam o que ela guarda. É abrir, olhar ou cheirar e fechar os olhos. Num segundo você despenca na tristeza daquele objeto ou sorri com a doçura da lembrança. Badulaques, papéis, cartões, bilhetes, fotografias...

Essas do site são um primor, um capricho só. Imagine uma flor seca dentro dela, ou ela mesma empacotada como presente para uma pessoa, onde, quem sabe, ela guarde coisas muito especiais e vai lembrar de você cada vez que olhar pra ela.

Sabe, me ocorreu que sinto muita pena desses arquivos em computador, em nuvens, em milhares e milhões de telefones espertos, que nunca vão conseguir momentos iguais aos de abrir uma caixa de lembranças.

E.T.: Bem, se não comprar pelo menos tem boas ideias para fazer artes em dias inspirados, para aproveitar o que tem perdido por aí, pelos cantos.

26 de jan de 2015

Obrigada, Google!


Sabe aquela carência que te faz responder ao âncora da TV quando ele diz boa noite?

Bem, ainda não chegamos a isso, mas levei um susto. Bom.

Mais um. Nada convencional o ano que passou, por isso mesmo interessante. Por aqui não há monotonia, não senhor!

Vive la vie!!!

21 de jan de 2015

Pergunte pra ela

Se faz calor? 

Pergunte para esta ararinha azul.

Para não chorar demais, hoje refrescou um pouco com a entrada do vento sul. Ficamos a menos de 30ºC pela manhã. 

Alegre-se região Sudeste! Logo esse fresco chegará aí.



18 de jan de 2015

O Papa argentino será processado

O Papa Francisco será processado por incitação à violência.

Em entrevista dentro de um avião, esse papa pop disse com todas as letras, que se a mãe dele fosse ofendida, ele daria um soco nesse ofensor.

AH! Não vai ser processado?

Por que não, hein?

7 de jan de 2015

A vida segue assim

Lá fora um limoeiro carregado de flores, não sabe que começou mais um ano em meio a muito barulho e decisões difíceis. Alguma chuva e muito, muito calor.

Há pouco a desejar quando a alma está leve, por causa e apesar de tudo.

A vida vai assim, dando lições de continuidade:



Há uma sensação de que basta isto, basta contemplar e continuar; respirar fundo e seguir. Sorrir brevemente e seguir...

O pelado está com sete anos, ela com três meses. Ele aprendeu a ser cão; ela ensinou aos gatos quem é que manda na casa.

Tem um jeito de felicidade em porções generosas no ar. Ou seria apenas serenidade?

Em tempo: o vídeo tem som, sim. Eles é que fizeram isso tudo em silêncio absoluto.