TRANSLATOR( BLOG OR POST)

24 de abr de 2006

Cheiro de sol


Dias de outono, com muito sol e vento são perfeitos para tirar aquele cheiro de mofo e guarda-roupa de suas roupas de inverno.

Vai dizer que você não se importa em ter alguém do seu lado com aquele cheirinho de pano guardado e- Deus nos livre!-de naftalina misturado com sachet de flores e essência de lavanda?

Primeiro, para quem não sabe, existem potes com desumidificadores de armários. Duram um tempão(aqui com maresia nem tanto) e ajudam a dar um suave cheirinho. Nada daqueles negócios que grudam o cheiro nas suas roupas. Procure no corredor de produtos de limpeza de seu supermercado.

Depois, elimine de sua vida as famosas bolinhas de naftalina. Elas são um perigo para a saúde. Afetam o aparelho respiratório e até os rins. Quanto muito, jogue alguma no ralo do pátio ou da lavanderia. Use cravo da índia ou sementes de pimenta do reino entre as roupas ou nos cantos das gavetas e prateleiras para espantar traças. Coloque em saquinhos de pano ou de embalagens de calçados. Sabe aqueles sacos que não se sabe se são de pano ou de papel? Eu não sei o nome daquilo. Corte e faça saquinhos, para não ter que juntar cravos e bolinhas de pimenta do chão.

Mais importante que encher de coisinhas é sempre guardar as roupas limpas. Usou? Não precisa lavar? Então deixe fora do armário pelo menos três horas para a umidade e cheiros saírem das roupas. Faça isso sempre, porque mesmo que você não sinta, a umidade está lá e vai ficar fechada no armário junto com roupas limpas. Traça adooooora!

Apareceu aquele frio fora de hora quando você vai sair e a roupa está cheirando a saudade? Deixe num cabide, no banheiro, enquanto você toma banho. Depois coloque num lugar arejado até a hora de vestir.

Na hora de guardar as roupas de malha e lã, tire tudo o que tiver nos bolsos. Tem roupas que a gente usa uma vez por ano e se ficar alguma coisa interessante nos bolsos, pode ter certza de que as traças vão achar. Foi assim que o bolso de uma capa de gabardine virou buraco por eu ter esquecido um chiclete depois da aula e ficou até o ano seguinte. Faz muito tempo, mas eu nunca esqueci a lição.

No final do inverno, passe em revista todas as roupas(isso quer dizer que você deve olhar e cheirar golas, colarinhos, cotovelos, punhos, barras...) e lave tudo o que puder ser lavado, antes de esquecer delas até o próximo outono.

Esta eu aprendi com um tenente do corpo de bombeiros(Não! não era aquele de nome esquisito, que ganhou quinze minutos de fama. Era um mais inteligente.): Nas quatro estações, olho em roupas penduradas ou largadas fora de armários. Sempre, sempre, sempre, sacuda a roupa antes de vestir. Encontrar uma lagartixa, aranha ou outro inseto que pode ser perigoso é um risco desnecessário. Fora o susto!

E já que seu coração é lindo, doe aquelas roupas que você vem prometendo usar e não usa há cinco invernos. Doe antes do inverno, claro!



Se escapou algum erro, olha a situação da digitadora aqui, ói!


As fotos são minhas: a praia é Balneário de Açores, no Pântano do Sul e o gato é Orfeu.

22 de abr de 2006

SEGURO MORREU DE VELHO!

O texto não é meu. Foi enviado por um amigo. Se não der certo, deixem as reclamações aqui, que eu encho a caixa dele de flechas.

"Com esta história do "Chip", o interesse dos ladrões por aparelhos celulares aumentou. É só comprar um novo chip por um preço médio de R$ 30,00 em uma operadora e instalar em um aparelho roubado. Com isso, está generalizado o roubo de aparelhos celulares.
Segue então uma informação útil que os comerciantes de celulares não divulgam. Uma espécie de vingança para quando roubarem celulares.
Para obter o número de série do seu telefone celular (GSM), digitem *#06#. Aparecerá no visor um código de 15 algarismos. Este código é único!!! Escrevam-no e conservem-no com cuidado. Se roubarem seu celular, telefonem para sua operadora e informem este código. O seu telefone poderá então ser completamente bloqueado, mesmo que o ladrão mude o "Chip".
Provavelmente não recuperarão o aparelho, mas quem quer que o tenha roubado não poderá mais utilizá-lo.
Se todos tomarem esta precaução, imaginem, o roubo de celulares se tornará inútil.
(...) "

A mensagem foi enviada por WHD.

16 de abr de 2006

Sem sair do Lugar


Uma carioca manda um convite para uma catarina, para passear por São Paulo. Ingressos neste balcão. Viagem virtual, sem direito a lanchinho.

Se você é dos que preferem encarar o trânsito e virar mapas de cabeça para baixo, use as dicas deste guia. Você diz onde está e para onde quer ir. O oráculo responde muita coisa.

Enquanto viaja, use o Google para uma brincadeirinha. Na página de busca digite a palavra "failure", que significa erro, falha, fracasso e depois me conta se a resposta não está uma coisa de louco.


As duas primeiras dicas são de Lê. A última, de Waldemar(Bruno, vale quem manda primeiro). A foto é minha.

11 de abr de 2006

A CONFERIR



Toda sexta-feira santa tem lua cheia.
Sim, ela já está enchendo.



Se não chove sobre os ramos, chove sobre os ovos. (Si non piove su i rami, piove su i uvi.)
Aqui choveu no final da tarde de domingo. Vale?


De que adianta saber falar esses ditados em italiano, se não sei escrever? Alguém aí se habilita?



(Isto foi o que sobrou dentro da cestinha, depois que quatro gatinhos descobriram uma brincadeira noturna: que delícia fazer as casquinhas espatifarem no chão!)

Aproveite a Páscoa para ressuscitar alguns sonhos.


BOA PÁSCOA!

7 de abr de 2006

Isso dá cadeia?


Ah, não tem jeito! Eu fotografo até pegada de avião. Tenho essa estranha mania de achar tudo muito interessante, de encontrar graça e poesia em qualquer pedaço de fita, em qualquer cara de bicho, em qualquer raio de sol, flor ou cena de rua.

Minha maquineta é modesta e eu faço o que posso para registrar sem muito desastre o que vejo por aí e por aqui. Pelo menos já parei de cortar cabeças e pernas!

Falar nisso, dia desses pintava o maior sol, um calor daqueles tipo manhã de ressaca, sabe quando se passa a noite em claro e dá o azar de ficar no assento sem cortina, no busão, ao meio-dia de verão a 35 graus, ou de esquecer os óculos de sol depois de um pileque? Pois era esse sol. Aí, de repente e não mais que, desanda uma chuva de dar gosto. Toró de verão sem nenhum defeito. Claro que saí do teclado e fui pegar minha japonesa na gaveta e CLICK!

Aqui no paraíso qualquer foto fica assim, digamos, interessante, porque a paisagem ajuda. Os morros com sol ou com chuva são lindos. Bom, pelo menos eu acho. Então lá fui eu baixar a foto para o computador e além da chuva, peguei uma cena daquelas tipo atirei-no-que-vi-acertei-no-que-não-vi.

Juro que eu ia fotografar os morros com a chuva-repara no canto direito da foto aí de cima, que tem chuva mesmo, caso você não consiga ver os riscos na parede azul. Então, como diz o paulistano, isso aí que está na janela desviou minha atenção e eu não perdoei, claro!

Ah, já fotografei aqui da janela, o furacão chegando, potrinho aprendendo onde está o melhor pasto(no jardim do restaurante, sem dúvida) e outras coisinhas mais.
Mas esse cara... O que leva um sujeito adulto a se colocar nessa posição? E o que eu tenho a ver com isto? Sei lá!

6 de abr de 2006

Coisas do Kama Sutra


Quem acha que só vai encontrar figurinhas eróticas e exóticas nesse livro, vai descobrir que não é nada disso. Aliás, o que menos tem é figurinha.

Em compensação dá uma idéia geral da cultura daquele povo tão chegado a um cheiro de cravo e incenso.

Em meio a tantas curiosidades, algumas inacreditáveis de tão absurdas, transcrevo uma lista muito curiosa. Tem coisa que não muda mesmo!

"São os seguintes os homens que geralmente têm sucesso com as mulheres:
. Os versados na ciência do amor
. Os que sabem contar histórias
. Os familiarizados com as mulheres desde a infância
. Os que lhes conquistaram a confiança
. Os que lhes mandam presentes
. Os que falam bem
. Os que satisfazem suas vontades
. Os que não amaram outras mulheres
. Os que servem de intermediários
. Os que lhes conhecem os pontos fracos
. Os que são desejados pelas mulheres de bem
. Os relacionados com suas amigas
. Os que têm boa aparência
. Os que foram criados com elas
. Os vizinhos
. Os dedicados aos prazeres sexuais, mesmo que sejam seus criados
. Os amantes das filhas de sua ama
. Os recém-casados
. Os que gostam de piqueniques e festas
. Os liberais
. Os que são famosos pela sua força(homens touros)
. Os empreendedores e corajosos
. Os que são superiores aos seus maridos em conhecimento, aparência, boas qualidades e liberalidade
. Os que se vestem bem e vivem no luxo"

Antes de achar graça ou abominar a lista(ou, quem sabe, dar uma reparada e aproveitar alguma dica), é bom lembrar que alguns dos livros que fazem parte do Kama Sutra, foram escritos lá pelos idos de 1400.

Deu vontade de colocar uma ironia ao final de cada frase, mas deixo por conta de cada atento leitor, para que faça seus comentários, com certeza mais saborosos e interessantes que os meus.

Em breve trataremos das meninas "fáceis".


A foto é dela


1 de abr de 2006

Mas, bah, guri!

Ditados Gaúchos
(melhor ler em voz alta, com sotaque gaúcho e dizendo "tchê" no final de cada ditado)

-Quieto no canto como guri cagado
-Mais ligado que rádio de preso
-Mais curto que coice de porco
-Firme que nem prego em polenta
-Mais nojento que mocotó de ontem
-Saracoteando mais que bolacha em boca de véia
-Solto que nem peido em bombacha
-Mais curto que estribo de anão
-Mais pesado que sono de surdo
-Calmo que nem água de poço
-Mais amontoado que uva em cacho
-Mais perdido que cego em tiroteio
-Mais perdido que cachorro em dia de mudança
-Mais perdido do que cusco em procissão
-Mais faceiro que guri de bombacha nova
-Mais assustado que véia em canoa
-Mais angustiado que barata de ponta-cabeça
-Mais por fora que quarto de empregada
-Mais por fora que surdo em bingo
-Mais sofrido que joelho de freira em semana Santa
-Feliz que nem lambari de sanga
-Mais ansioso que anão em comício
-Mais apertado que bombacha de fresco
-Mais apressado que cavalo de carteiro
-Mais arisca do que china que não quer dar
-Mais atirado que alpargata em cancha de bocha
-Mais baixo que vôo de marreca choca
-Mais bonita que laranja de amostra
-De boca aberta que nem burro que comeu urtiga
-Mais chato que gilete caída em chão de banheiro
-Mais caro que argentina nova na zona
-Mais cheio que corvo em carniça de vaca atolada
-Mais constrangido que padre em puteiro
-Mais conhecido que parteira de campanha
-Mais comprido que puteada de gago
-Mais comprido que cuspe de bêbado
-Mais coxuda que leitoa em engorde
-Devagarzito como enterro de viúva rica
-Mais difícil que nadar de poncho
-Mais duro que salame de colônia
-Mais encolhido que tripa na brasa
-Extraviado que nem chinelo de bêbado
-Mais faceiro que mosca em tampa de xarope
-Mais faceiro que ganso novo em taipa de açude
-Mais faceiro que pica-pau em tronqueira
-Mais feliz que puta em dia de pagamento de quartel
-Mais feio que briga de foice no escuro
-Mais feio que sapato de padre
-Mais feio que paraguaio baleado
-Mais feio que indigestão de torresmo
-Mais firme que palanque em banhado
-Mais por fora que cotovelo de caminhoneiro
-Mais gasto que fundilho de tropeiro
-Mais gostoso que beijo de prima
-Mais grosso que dedo destroncado
-Mais grosso que rolha de poço
-Mais grosso que parafuso de patrola
-Mais informado que gerente de funerária
-Mais medroso que cascudo atravessando galinheiro
-Mais nervoso que potro com mosca no ouvido
-Quente que nem frigideira sem cabo
-Mais sério que defunto
-Mais sujo que pau de galinheiro
-Tranqüilo que nem cozinheiro de hospício
-Tranqüilo que nem água de poço
-Bobagem é espirrar na farofa
-Mais gorduroso que telefone de açougueiro
-Mais perdido que cebola em salada de frutas
-Mais feliz que gordo de camiseta
-Mais chato que chinelo de gordo


Crédito das gargalhadas: Bruno